Vancouver, a cidade mais sustentável do mundo. f

Cercada pelo mar por um lado e pelo outro por montanhas cheias de florestas que ganham o branco da neve durante o inverno, Vancouver atrai aos seus visitantes pelas fotos, pela fama e pela qualidade de vida. Antes que o avião pouse no Aeroporto Internacional, o segundo maior do país, muitos já se veem conquistados pelo lugar. Ela pode não ser a cidade mais histórica do Canadá nem o maior centro financeiro, mas é sua mescla de centro urbano e natureza que a torna tão especial. 

Localizada na província da Colúmbia Britânica, ela está em terceiro lugar na lista das maiores regiões metropolitanas do Canadá e possui mais de 2.4 milhões de habitantes. Sofisticada, Vancouver oferece as facilidades de um grande centro urbano e cultural com algumas pitadas de cidade pequena. Há de tudo um pouco: burburinho do comércio, boas lojas, ótimos restaurantes onde se come um salmão fresquinho, parques maravilhosos, praias, bairros tranquilos, bom transporte público, montanhas e um povo acolhedor, uma marca do Canadá! 

Dê uma voltinha para fazer compras na Robson St e sinta o coração vibrante da cidade, depois visite o Canada Place para tirar algumas fotos. Reserve um dia para ir a North Vancouver, onde estão atrações como a famosa Capilano Bridge, uma ponte suspensa a 70 m de altura, a Grouse Mountain, com uma vista sensacional da cidade, e Deep Cove, um bairro tão simpático que dá até vontade de morar. Se o tempo permitir, inclua no roteiro um passeio por Victoria, a capital da Colúmbia Britânica, ou a Whistler para esquiar. 

Vancouver é cheia de boas surpresas. É moderna, tem áreas para caminhar ao ar livre, barcos transitando por todos os lados, bons restaurantes, cervejarias, trilhas para trekking, praia e montanha — um gostinho de cidade de verão e de inverno, uma mistura gostosa de paisagens, uma combinação perfeita para pessoas de todas as idades e interesses. 

 

O que fazer em Vancouver

 

Vancouver é uma cidade privilegiada e quanto a isso não há dúvidas. De um lado está banhada pelo mar e do outro está cercada por uma cadeia de montanhas com florestas que ganham o branco da neve no inverno. É um lugar que surpreende pelas paisagens naturais e que encanta pela qualidade de vida que oferece aos seus moradores. Não é difícil ser conquistado pelo lugar e sentir uma pontinha de inveja de quem vive por ali. 

Há muito o que fazer na metrópole e é possível passar vários dias conhecendo lugares novos. Sua atmosfera alegre e seu relevo sinuoso incentivam as atividades ao ar livre, que vão desde trekking nas montanhas a passeios de bicicleta na cidade. Barcos transitam pelas ilhas da capital e embora sejam apenas um meio de transporte, oferecem uma linda vista da cidade. Quem tem pouco tempo, em vez de usar o transporte público, pode fazer um passeio de ônibus com a Vancouver Trolley Company, uma linha turística que passa pelos principais pontos da cidade e permite aos passageiros descerem nas atrações que preferirem. O ônibus também é uma boa pedida para se situar, descobrir o que Vancouver tem a oferecer e depois realizar os passeios por conta própria. 

Granville-island

Para começar a explorar a cidade, vá ao Canada Place, um ponto icônico que tem um calçadão com vista para North Vancouver e que fica perto do FlyOver Canada, um simulador no qual você se sente voando pelas mais belas e extremas paisagens do país. Outra dica é pegar um ferry e ir a Granville Island, uma península onde antigamente ficavam fábricas e que foi completamente reformulada, ganhando restaurantes, lojas e um mercado público maravilhoso para almoçar chamado Granville Island Public Market. Granville é o lugar ideal para se passar uma tarde relaxada.

Em um dia de sol (ou mesmo de chuva se o sol não aparecer), alugue uma bicicleta e faça o passeio mais lindo de Vancouver: uma visita o Stanley Park, um parque urbano enorme, com paisagens belíssimas. Esse parque abriga o Vancouver Aquarium e dar uma volta de bicicleta por seus arredores é um passeio muito tradicional e imperdível. Seu visual é espetacular! Outra dica de passeio de bike é no David Lam Park, que tem vista para Granville Island. Quem gosta de praias deve incluir no roteiro uma ida a English Bay Beach, que tem uma vista maravilhosa do pôr do sol, ou a Wreck Beach, uma praia popular onde usar roupas é opcional. 

Vancouver-aquarium

Na área central de Vancouver, vale muito a pena visitar o bairro boêmio de Gastown, onde ficam várias lojinhas de lembranças e o Steam Clock, um relógio a vapor que apita e faz a diversão dos turistas que passam pela rua. A Robson Street é uma rua cheia de lojas, ótima para quem quer fazer compras. Se bater vontade de fazer um passeio diferente, vá à Chinatown e faça uma visita guiada ao Dr Sun Yat-Sen, um autêntico jardim chinês, ou vá ao Queen Elizabeth Park, que tem um jardim cheio de flores e é tão bem cuidado que impressiona por sua ornamentação.

A conhecidíssima Capilano Bridge fica em North Vancouver, uma ponte suspensa com 70 m de altura que é uma das grandes atrações da cidade. Se você prefere lugares menos conhecidos (e mais baratos ou de graça!) uma alternativa é o Lynn Canyon Park, onde também há uma ponte suspensa e um lago de águas cristalinas. Vale visitar a Grouse Mountain, uma montanha cujo topo é acessível através de um teleférico e que tem uma vista linda de Vancouver. Existem algumas atrações em cima do morro, entre elas um gerador de energia eólica que pode ser visitado. Ainda nessa área, sugerimos ir a Deep Cove, um bairrozinho super charmoso, com um lago legal para andar de caiaque e uma montanha onde se faz uma trilha com visual muito bonito. 

Capilano-suspension-bridge
Vancouver é uma cidade ligada aos esportes e é uma boa ideia aproveitar uma viagem para assistir a um jogo e conhecer novos esportes. O Vancouver Whitecaps é o time de futebol da cidade, enquanto o Vancouver Canucks é o time de hóquei, que participa da liga nacional e tem como casa a Rogers Arena. O hóquei é um dos principais esportes do país e sua temporada acontece entre outubro e abril.

 

Principais atrações turísticas de Vancouver no Canadá

Saiba quais pontos turísticos em Vancouver não podem faltar no seu roteiro e aproveite ao máximo a sua viagem. A cidade é a maior área metropolitana do oeste do Canadá, onde fica localizada e é um destino maravilhoso e naturalmente belo, banhada pelo mar e rodeada de montanhas. Atrações turísticas é o que não falta, podemos ver cenários urbanos, atrações construídas pelo homem, como o maior teleférico da América do Norte e paisagens naturais de tirar o fôlego.
Pontos turísticos em Vancouver

Chinatown

O bairro é conhecido por ser o mais colorido da cidade e também um dos mais animados. Prepare-se para falar pelos gestos, porque nessa área a maioria dos residentes e comerciantes falam somente chines. Não perca a chance de explorar os produtos típicos e comer em algum dos restaurantes bem autênticos que ficam espalhados pelas ruas. Aproveite para visitar o parque no centro do bairro, que possui típicas características chinesas, como as famosas cerejeiras. Leve a câmera fotográfica porque as fotos ficam lindas.

Chinatown em Vancouver

Capilano Suspension Bridge

Esse é um dos pontos turísticos em Vancouver que você precisa visitar! A ponte, chamada Capilano, fica suspensa a 70 metros acima do rio com o mesmo nome e possui mais de 140 metros de comprimento.O passeio é pago e o lugar é cheio, mas por ser um dos pontos turísticos em Vancouver mais famosos, a aposta é garantida. O lugar é de tirar o fôlego e o contato com a natureza é constante, por isso não se assuste com os animais que você verá durante o passeio. Você também poderá visitar o museu que conta a história do lugar, tirar fotos com os totens que ficam espalhados entre as árvores e andar pelas pontes que ligam uma árvore a outra e podem ficar a até 30 metros de altura. 

Ponte Suspensa Capilano em Vancouver

Canada Place

Canada Place é uma das construções mais moderna de Vancouver e fica no centro da cidade. O prédio ficou famoso por sua arquitetura única e desde 1990 é um ponto turístico em Vancouver muito apreciado por visitantes e locais. Toda a sua estrutura remete a um navio, desde o teto até a proa. Além da vista extraordinária, dentro do prédio existe um cinema IMAX com telas gigantes. O preço do ingresso é amigo, por volta dos 10 dólares canadense e o destino vale a pena ser visitado.

Canada Place em Vancouver

Yaletown em Vancouver

Yaletown é um bairro bem antigo e costumava ser todo industrial, só depois dos anos 90 é que começou a ser mais um lugar residencial e virou até um lugar turístico. Fica bem no centro da cidade, próximo a False Greek e Robson e seus trilhos ferroviários e vagões espalhados pelas ruas dão um charme a mais a Yaletown. Enquanto estiver passeando pelo bairro, não se esqueça de visitar outro famoso ponto turístico de Vancouver, o BC Place, o maior estádio de hockey do Canadá.

Yaletown em Vancouver

Robson Street em Vancouver

Com certeza essa é a rua mais badalada de Vancouver e tem motivos para isso, a cada esquina podemos conhecer mais da história e cultura do Canadá. O lugar também chama atenção por ser um centro gastronômico, cheio de cafés, restaurantes, bares, lojas de bolos, pubs e bistrôs, e o destaque fica por conta do Belgium Waffle Bar, o melhor waffle da cidade toda. Você encontrará, além de comida, muitas lojas famosas e outras nem tanto, mas a maioria delas vendem coisas bastante diversificadas.

Robson Street em Vancouver

Stanley Park

Stanley Park de Vancouver é um parque urbano de mais de 400 hectares e fica na Columbia Britânica. É o maior parque do Canadá e um dos principais pontos turísticos em Vancouver. Passar um dia no parque é uma tarefa fácil pois o lugar é enorme e as atividades e atrações são muitas. Aproveite para conhecer o Seawall, um caminho cinematográfico com quase 10 km de extensão. Há também vários totens canadenses espalhados pelo lugar, não se esqueça de tirar uma foto. E por último visite o Vancouver Aquarium, o maior aquário do Canadá, lá você poderá ver uma grande variedade de animais marinhos e saber mais sobre a recuperação e reabilitação deles. 

Stanley Park em Vancouver

Grouse Mountain e sua vista de Vancouver

A famosa montanha é uma parada obrigatória independente da estação do ano. Durante o inverno atraí muitos turistas e fãs de adrenalina, pois possui mais de 20 pistas para a prática de ski e snowboarding. Durante o verão você poderá fazer trilhas e apreciar a paisagem maravilhosa, com vista para a cidade toda e também alimentar o casal de ursos que vive há anos na área. Aproveite para andar de teleférico e subir no topo da montanha. Esse é um lugar que não pode faltar na sua lista de pontos turísticos em Vancouver a visitar.

Grouse Mountain e sua vista de Vancouver

Gastown

Gastown é um mercado público e também é um dos lugares turísticos mais procurados pelos turistas e chama atenção pela sua arquitetura peculiar e que remete a Londres antiga. Lá você poderá encontrar de tudo, desde comida, especiarias e temperos, até lojas de lembrancinhas e sapatos. Reserve um dia para visitar esse ponto turístico de Vancouver com calma e se delicie em um dos cafés com vista para o mar. Lá é onde fica o famoso relógio a vapor da cidade, construído na Inglaterra há mais de um século atrás e que ainda marca com precisão britânica as horas. 
Ponto turístico Gastown em Vancouver

Vancouver: Deliciosa Gastronomia

Restaurantes em Vancouver

Como qualquer cidade vanguardista e cosmopolita, Vancouver apresenta uma infinidade de estilos de sua ampla oferta culinária e graças a essa diversidade de sabores e restaurantes está entre os dez melhores destinos gastronômicos do mundo, de acordo com os conhecedores.

Na Zona Metropolitana de Vancouver encontrará comida orgânica, restaurantes de comida fusión, lugares com elegante decoração e pratos finos. Os restaurantes estão basicamente na área do centro, nos arredores de Gastown e no Canada Place; no concorrido West End e nas praias, com vista ao mar, do lado de False Creek, nos arredores de Granville Island ou com vista panorâmica para a enseada de Burrard.

Origem da Gastronomia em Vancouver

Restaurantes em Vancouver

Estando no Canadá é inevitável uma visita aos vários lugares que oferecem culinária oriental preparada de forma verdadeiramente autêntica, com seus componentes e métodos originais. Graças à numerosa imigração proveniente dos países asiáticos no final do século XIX, Vancouver incorporou ingredientes e pratos a sua lista de especialidades.

É por isso que nesse fabuloso porto multicultural poderá degustar a melhor comida japonesa, como o nigiri sushi e o sashimi, elaborados de forma artesanal, usando uma gama de frescos ingredientes do mar. Também poderá saborear a deliciosa comida tailandesa, com seus inconfundíveis sabores com leite de coco, lemongrass (chá de limão oriental) e esse encantador toque picante de deixar com água na boca.

 

Restaurantes em Vancouver

Os únicos ingredientes realmente originários dessa área do Pacífico são o salmão real é o saboroso “halibut”, que se reproduzem nas geladas desembocaduras dos rios que vêm dos picos nevados de British Columbia e geram férteis estuários ao mesclar suas águas doces com o mar salgado na costa norte do Oceano Pacífico. Ambas as espécies são uma tradicional fonte de alimentos na zona litoral dessa província canadense desde tempos remotos, segundo registros históricos dos costumes das “Primeiras Nações” ou antigas tribos ameríndias.

 

As melhores regiões para se hospedar em Vancouver

Conheça os melhores bairros para se hospedar e ficar em Vancouver e aproveite ao máximo a sua viagem ao Canadá. Por ser considerada agradável e segura, a cidade tem atraído cada vez mais turistas. Se Vancouver for o seu destino, confira algumas dicas sobre os principais bairros da cidade e onde ficar em Vancouver.

Veja abaixo o mapa com as regiões de Vancouver para saber onde fica cada lugar. A região mais turística é essa península que está West End e DT West, bem no norte do mapa.

Onde ficar em Vancouver - Mapa

Região de Vancouver Downtown

Downtown é a opção número um de onde ficar em Vancouver para os turistas. Os benefícios para aqueles que escolhem o bairro são inúmeros e algumas das opções são: passeios de barco, galerias de arte moderna, restaurantes com vistas de tirar o fôlego, pistas de patinação, shoppings center e parques a céu aberto. O comércio local atrai muitos turistas também. Por ser um dos bairros mais famosos do Canadá, vale a pena considerar se hospedar por lá. No mapa acima, ela fica lá em cima onde está escrito “DT West”. É naquela região que estão os principais pontos turísticos e centros comerciais da cidade.
No mapa abaixo dá para entender bem a região de Downtown. A parte cinza toda é Downtown Vancouver, a azul é Gastown e a vermelha Chinatown. Todas são ótimas regiões para ficar em Vancouver.
Onde ficar em Vancouver - Downtown

Região de Gastown

Gastown é a região mais antiga de Vancouver e por isso tem seu charme próprio. Para você que pretende se hospedar na região, saiba que o lugar é lindo e calmo. Praticamente todas as ruas te levam para a beira-mar. O bairro tem muitas ruas e prédios de terra vermelha, resquícios do antigo centro comercial. Uma das atrações mais famosas do Canadá, o relógio a vapor, fica na esquina da rua Water com a rua Cambie. Esse é certamente um dos bairros mais charmosos da cidade. Um ótimo lugar para se hospedar e tem muita opção de hotel bom por lá. 

Bairro de Yaletown Vancouver

Yaletown é uma versão mais moderna de Gastown. Suas ruas são mais movimentadas, as opções de lazer e entretenimento são muitas e a gastronomia é um atrativo a parte. Por suas ruas você encontrará inúmeros bares, restaurantes, cafés e pubs. O bairro, por ser mais movimentado, é uma ótima opção para fazer compras. Yaletown é considerado uma cidade dentro de uma cidade, pois a maioria das pessoas mora, trabalha, estuda e se diverte ali mesmo. É uma excelente opção para você que ainda está em dúvida de onde ficar em Vancouver. Ótima localização e excelentes hotéis. 

West End

A região de West Wend fica um pouco afastada da zona turística, mas ainda está perto de Downtown. É um lugar mais tranquilo, com mais natureza e paisagens naturais. Para quem quer se hospedar em um lugar mais calmo e tranquilo, é uma boa opção. Tem hotéis com ótimos preços para se hospedar.

Praia e bairro de Kitsilano

É o melhor bairro para se hospedar no verão, porque dispõe de uma praia praticamente exclusiva. Para quem gosta de praia e sol, é uma das melhores regiões para ficar em Vancouver e é perto da zona turística e de Downtown.

Região de Chinatown Vancouver

Chinatown é um tradicional bairro de Vancouver e muito procurado por turistas. Ao caminhar pelas suas ruas você terá oportunidade de conhecer uma cultura totalmente diferente. Por ser o terceiro maior bairro chines da América do Norte, grande parte dos residentes e comerciantes falam chinês, mas não se assuste, a maioria fala inglês também. Durante o passeio aproveite para desfrutar da culinária tradicional, bem diferente do nosso china-in-box. O bairro é tranquilo e agradável, com certeza uma ótima opção de onde ficar em Vancouver.
A cidade oferece ainda muitos outros passeios, lugares para visitar e atrações turísticas. 

 

 

 

 

 

Fonte::http://www.dicasdocanada.com.br/2016/01/pontos-turisticos-em-vancouver.html# https://www.bestday.com.br/Vancouver-area-Canada/Restaurantes/ http://www.dicasdocanada.com.br/2016/01/onde-ficar-em-vancouver.html

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s